terça-feira, julho 12, 2005

Quarteto nada Fantástico



Todo sábado, bato ponto na página de humor da revista do Lance, a LA+. Já virou uma "marca" dessa página, a paródia a cartazes de filmes conhecidos (isso começou na época em que eu ainda dividia o espaço com o grande Ique - qualquer dia, posto aqui o "Ex-treinador do Futuro", a primeirona).

Voltando. Essa abordagem é legal pra dar uma dinâmica na página, porque muda o visual e cria um "elemento surpresa" para o leitor, um "a mais"...

Nessa aí, achei que funcionaria bem o contraste entre a situação de cada um dos "grandes" cariocas e o grupo de super-heróis. Junte-se a isso, o fato que eu, fã de super seres até hoje, me amarro em arrumar uma desculpa para desenhar esse povo que gosta de usar a cueca por cima da calça e o resultado está nas bancas essa semana!

PS.: Pra quem não conseguir ler as "letras pequenas", a descrição dos "heróis":

. Pega-fogo - Pode voar alto, mas tem a incrível capacidade de se auto-consumir em chamas;
. O Coisa rubro-negro - Um dia, isso já foi um time. Hoje é só uma coisa muito, muito feia;
. Bacalhau invisível - Não fede, nem cheira. Fica quietinho no seu canto, sem fazer mal a ninguém... Invisível;
. Tricolor elástico - Estica, estica, estica... Quase alcança, mas nunca chega lá.

3 comentários:

Quevedo® disse...

hehe...
muito bom.

pena tratar-se da drástica situação dos clubes do Rio.

abraço.

leal@sobral.og disse...

parabéns, Mário vc é um ótimo caricaturista!!!
vc poderia me presentia com uma caricatura sua???

Daniel disse...

Show, meu camarada!
Os personagens estão sensacionais...