quinta-feira, julho 26, 2007

João do Pulo



Nesses dias de Pan-Americano, me pediram no Lance pra fazer uma HQ sobre o recorde do João do Pulo no salto triplo do Pan da Cidade do México em 1975.

Quem é mais novo talvez não saiba, mas esse cara já foi uma celebridade nacional. Nas pesquisas que fiz pra elaborar o roteiro e o texto, li que o João foi fenomenal a ponto de ter havido a intenção de transformá-lo numa espécie de Carl Lewis brasileiro, só que antes do Carl Lewis ser o Carl Lewis.

Isso porque esse tal de João Carlos de Oliveira foi mais um desses casos de geração espontânea dos quais o esporte brasileiro é pródigo. Infelizmente um acidente de carro e a amputação de parte da perna direita decorrente dele colocou um ponto final numa história que tinha tudo para ser incomparavelmente vitoriosa.

7 comentários:

Leandro Valentin disse...

SENSACIONAL!

Mario Alberto é cultura!!!!

Parabéns!

fabiodcborges disse...

Inesquecível está escrito errado (erro de digitação), mas acho que já foi publicado o hq. lógico, que isto não muda nada o excelente trabalho, ficou nota ótimo.

Carlos Alberto disse...

Mario Alberto, parabéns, você mostrou um fantástico domínio da linguagem das HQs deixando no leitor toda a sensação do momento dada a forma como construiu a narrativa. Tenho uma crítica/pergunta: no último quadrinho em que o João do Pulo está com a medalha ele aparece usando um agasalho que um escudo que me parece o da CBF. Foi uma gafe ou eu por ignorar como aconteceu a cena estou falando besteira... Bom, um abraço e parabéns, sou muito fã dos seus desenhos, cartuns, caricaturas e hq´s.

Mario Alberto disse...

Pois é, Fábio, pior que foi pra impressão com esse erro. O problema é que eu comecei a escrever o texto depois de várias horas trabalhando nos desenhos, estava cansado, deixei passar e ninguém revisou... Infelizmente não foi o único. No primeiro quadro onde está escrito "apenas transformou-o...", o certo é "apenas o transformou...". O advérbio puxa o pronome pra frente do verbo... Enfim, agora já era. Acontece.

Carlos, eu tirei isso de uma das fotos que usei como referência. Nela, o Nelson Prudêncio aparece com um casaco com esse escudo que, na época, não era da CBF, mas sim da CBD, Confederação Brasileira de Desportos. Pior que esse casaco ainda tinha as três estrelas acima do escudo! Mas valeu a observação e muito obrigado pelos elogios.

Abraços para todos!

Augusto Zimiani disse...

Incrível. Seu controle sobre a expressão dos rostos é incrível! Simplesmente, você é meu ídolo!

Abração!

Gon disse...

Adorei caro Mário! Especialmente aquele toque do brilho da luz do Sol, na tira onde ele salta!
Abraço de Portugal

Maria Laura disse...

Olá, Mario.
Vim parar em seu blog através do google, estava a procura de uma imagem do João do Pulo.
Sou de Guaratinguetá SP, e organizamos todos os anos uma corrida em homenagem ao João.
Estou à procura de uma imagem para ser usada em nossos troféus, e encontrei essa sua HQ. Perfeita!
Será que você ainda a teria em boa resolução, e o principal, autorizaria o uso? Prometo colocar seus dados no troféu!
Aguardo contato.

Maria Laura
marialaura@zipmail.com.br